Header Ads

Brasileiras são encontradas mortas em Portugal é mistério



Brasileiras são encontradas mortas em Portugal é mistérioA vida de três brasileiras que moravam em Portugal foi interrompida. Na última sexta-feira (25), três mulheres que estavam desaparecidas desde fevereiro tiveram seus corpos encontrados no poço de um hotel para cães em Tires, no concelho de Cascais, em Portugal.

A mineira Michele Santana Ferreira, de 28 anos, vivia na cidade com o ex-companheiro, Dinai Alves Gomes. Após sua irmã ter ido morar no país, Lidiane Neves Santana, de 16 anos, também saiu do Brasil para viver com Michele e havia chegado há poucos meses. Uma amiga delas, Thayane Milla Mendes, de 21 anos, natural do Espírito Santo, também se mudou para Portugal.

De acordo com o jornal local “i”, a Polícia Judiciária (PJ) tem a hipótese de que o principal suspeito dos crimes é o ex-companheiro de Michele, que estava grávida de três meses, mas mantinha um relacionamento complicado, segundo a mãe da vítima, Solange Santana Leite. No entanto, o último contato de Solange com Michele foi em fevereiro, por mensagem de texto no celular. A mãe já havia desconfiado de que não era a filha quem estaria redigindo os textos.

Segundo o jornal Diário de Notícias, as investigações em busca das três brasileiras estava sendo realizada há muitos meses, no entanto, elas foram encontradas sem vida no poço do hotel para cães e gatos onde Dinai trabalhava. O rapaz já vivia no país há oito anos, mas também é brasileiro, ainda não foi preso e voltou para o Brasil após os crimes. O suspeito já foi ouvido durante a investigação, mas nunca adiantou nenhuma informação sobre o paradeiro das jovens. O comandante explicou que outros poços do mesmo local já tinham sido investigados, mas que nenhum corpo tinha sido encontrado até então. Após a contratação de uma empresa de manutenção para o poço, a equipe constatou a presença dos corpos, encontrando em contato com a polícia.

As investigações

O jornal “i” aponta que as investigações já trabalham com algumas hipóteses. Uma delas é de que Dinai é “extremamente conservador”, de acordo com a PJ, e que o fato de Lidiane e Thayane serem companheiras, pode ter motivado o crime. Outra questão levantada é de que o suspeito pode estar querendo esconder da sua esposa o relacionamento que tinha com Michele. A mãe dos seus filhos teria anunciado que estaria programando uma viagem para Portugal.

Com informações do Leia Já
Tecnologia do Blogger.

NOTÍCIAS ALEATÓRIAS

Recentes