Header Ads

PMSE substitui revólveres calibre 38 por pistolas .40 doadas por São Paulo



Foto: PM
Preocupado com a segurança do policial militar e da população sergipana, o Comando Geral da Polícia Militar de Sergipe determinou que os soldados formados na última turma de 2015 comparecessem ao Quartel do Comando Geral (QCG), na manhã da última quinta-feira, 15, e substituíssem os revólveres calibre 38 por cautela de pistolas calibre .40 semiautomáticas, mais adequadas para o serviço policial militar.

Mais tiros, mais precisão e melhor resposta em eventuais conflitos. Essas são algumas vantagens das pistolas Taurus calibre .40, modelo PT 100, que substituem revólveres ainda utilizados por uma pequena parcela da tropa. Os armamentos foram doados pela Polícia Militar de São Paulo (PMSEP), após convênio firmado entre as secretarias de Segurança Pública dos estados de Sergipe e São Paulo.

Para o sargento Gilson, do Setor de Armamentos da PMSE (SAM), a devolução dos revólveres calibre 38 e a cautela de pistolas semiautomáticas da marca Taurus, calibre.40, modelo PT 100, doadas pela PMESP, propicia mais capacidade de fogo ao militares. “No ato da entrega, os armamentos são inspecionados e desmontados pelos próprios policiais, para lubrificação”, destacou o sargento Gilson, que orienta e supervisiona todo o procedimento.

Para o soldado Anchieta, lotado na 1ª Companhia do 4º Batalhão de Polícia Militar (1ª Cia/4º BPM), em Canindé de São Francisco, a permuta de revólver por pistola representa mais confiança para desempenhar o trabalho policial. “A troca do armamento bem como o processo de inspeção e revisão, com a devida lubrificação da pistola permitem reforçar os conhecimentos sobre a arma e aumentar a segurança do policial em relação ao seu instrumento auxiliar de trabalho”, declarou Anchieta.

Fonte: PM/SE
Tecnologia do Blogger.

NOTÍCIAS ALEATÓRIAS

Recentes