Header Ads

Assassino que estava foragido da justiça há 24 anos é preso em Estância



Assassino que estava foragido da justiça há 24 anos é preso em Estância
PC

Policiais Civis lotados na Delegacia de Santa Luzia do Itanhy prenderam, na manhã dessa quinta-feira, 24, Raimundo Luiz dos Santos, 69 anos, acusado de ter sido contratado para matar Domingos José de Santana, no povoado Botequim, em Santa Luzia, no ano de 1992. A motivação do assassinato foi uma disputa de terra que havia entre a vítima e o mandante do crime.
Segundo o delegado Wanderson Bastos, o crime ocorreu na tarde do dia 28 de novembro de 92. Enquanto a vítima trabalhava em sua propriedade rural, o acusado chegou sorrateiramente e, usando uma espingarda, disparou contra Domingos. Enquanto atirava, o assassino questionava a vítima sobre: “Você vai tomar mesmo as terras de Cota?”
Cota” é o apelido de Maria da Conceição, com quem o acusado mantinha um relacionamento amoroso à época. Assim, como a vítima questionava, na justiça, a titularidade de umas terras que Maria da Conceição dizia serem dela, o acusado resolveu matar Domingos.
Localizar Raimundo Luiz foi bastante trabalhoso. Afinal, não se trata de um criminoso que estava foragido há 24 dias ou há 24 meses, mas há 24 anos. É quase um quarto de século. A rigor, foi preciso desenvolver algumas atividades de campo e de inteligência policial para saber onde ele estaria se escondendo", aponta Bastos.

O delegado explica o trabalho realizado para efetuar a prisão do foragido. Segundo ele, a partir do mapeamento da rotina de Raimundo, foi necessário montar campana e esperar por mais de 5 horas para a realizar a prisão. "Primeiro, descobrimos que ele seria proprietário de uma motocicleta e que teria renovado muito recentemente sua CNH. De posse disso, obtivemos uma fota atualizada do infrator e fizemos incursões em pelo menos uns dez povoados da região, onde ele poderia estar residindo. Sucede que todos os endereços que Raimundo fornecia a órgãos públicos eram falsos. Desse modo, levantamos que o acusado estava recebendo um dado benefício social. Assim, pesquisamos o local em que ele fazia os saques mensalmente, sendo que o próximo saque seria no dia 24 de novembro de 2016, em Estância. Portanto, ficamos de campana desde as 5h. Quando o acusado chegou para receber o dinheiro, por volta das 11h, nós lhe demos voz de prisão”, relata o delegado.
Já preso, Raimundo, pela primeira vez, confessou que realmente matou Domingos. Em depoimento, ele afirmou que praticou o homicídio simplesmente porque a vítima procurava a justiça para reaver umas terras que seriam de Maria da Conceição.
SSP/SE
Tecnologia do Blogger.

NOTÍCIAS ALEATÓRIAS

Recentes