Header Ads

Polícia Civil elucida crime que vitimou o engenheiro Nicanor Moura



Jovem foi preso na tarde dessa terça-feira, 24, no município de Nossa Senhora das Dores

Foto: NE Notícias

Foi realizada na manhã desta quarta-feira, 25, na Sala de Imprensa “Radialista Júlio César”, a coletiva de imprensa com o objetivo de detalhar o resultado da operação que resultou na prisão de José Carlos dos Santos Filho, vulgo “Tom Tom”, de 18 anos, suspeito de ser o autor dos disparos que resultou no latrocínio contra o ex-coordenador da Defesa Civil de Aracaju, Nicanor Moura Neto, 67 anos, ocorrido no dia 17 deste mês.

Presentes à coletiva de imprensa, o coordenador de Polícia Civil da Capital (Copcal), delegado André Baronto, e o delegado da Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos, Hildemar Rios, detalharam as investigações que culminaram com a identificação, localização e prisão dos suspeitos. “Logo após o crime, as equipes da Polícia Civil iniciaram buscas por informações nas proximidades com auxílio das imagens realizadas pelo circuito interno de câmeras do local. Com a ajuda da população, que contribuiu com informações via Disque Denúncia 181, conseguimos identificar o suspeito e o local onde ele estaria homiziado. Após diligências, foi constatado que José Carlos estaria escondido na casa de um amigo no município de Nossa Senhora das Dores”, explicou André Baronto.

Com o apoio das equipes da Coordenadoria de Polícia da Capital (Copcal), Divisão de Roubos e Furtos de Veículos (DFRV), Divisão de Inteligência e Planejamento Policial (Dipol) e Grupamento Especial de Repressão e Busca (Gerb), foi feito o cerco na localidade, que resultou na prisão do suspeito: “Iniciamos um cerco cauteloso ao local onde José Carlos estaria escondido, já que a residência em que se encontrava é de difícil acesso. Ao perceber a nossa aproximação, o suspeito tentou fugir adentrando em uma creche nas proximidades, fazendo uma das professoras refém. Com a máxima cautela, técnica e preocupação em proteger as crianças e as professoras, os policiais do Gerb conseguiram conter o suspeito, que prontamente foi algemado e levado à delegacia”, salientou o coordenador da Copcal.

Ainda segundo André Baronto, a comoção do crime por parte da população foi de grande auxílio paras as investigações. “O Disque Denúncia foi imprescindível para o sucesso da investigação, tanto pela rapidez das informações quanto pela qualidade delas. Além disso, vale frisar o trabalho conjunto entre as unidades da Polícia Civil para o êxito da operação. Com o conjunto de todos esses trabalhos foi possível atingir o sucesso da investigação”, afirmou o delegado.

Outros homicídios

Em depoimento na delegacia, José Carlos confessou a autoria de três homicídios praticados na capital sergipana ainda quando era adolescente. “Apesar da pouca idade, José Carlos possui uma vasta lista de crimes cometidos, sendo identificados até o momento os crimes de roubo de veículos, porte e apreensão de uma quantidade razoável de entorpecentes, posse de arma de fogo, além de roubo de veículo na cidade de Alagoas, frisou o delegado Hildemar Rios.
Ainda de acordo com Hildemar Rios, as investigações continuam no intuito de identificar se houve envolvimento de outras pessoas no crime e para quem José Carlos entregaria o carro.

Fonte: SSP/SE
Tecnologia do Blogger.

NOTÍCIAS ALEATÓRIAS

Recentes