Header Ads

Dupla que praticava crimes em carros alugados em SE e BA é presa



Eles usavam documentos de identidade das vítimas para escaparem da polícia

SSP/SE

A Polícia Militar de Sergipe, por meio do Grupo de Ações Táticas do Interior (Gati), realizou a prisão, no fim da noite e início da madrugada desta quarta-feira, 22, de Jadison de Oliveira e Genilson de Santana, acusados de cometerem diversos assaltos no estado da Bahia e fazer uso dos documentos das vítimas.

O núcleo de inteligência do Gati realizou um levantamento, que contou com o apoio do Comando Geral e acabou identificando dois suspeitos que realizavam diversos assaltos tanto na capital sergipana, quanto no estado da Bahia.

Material apreendido (Foto: SSP)

Para realizar os crimes, a dupla alugava um veículo e seguia para o estado vizinho onde, além das práticas furtivas e por meio do uso de violência, também utilizava documentos de identificação de terceiros e de vítimas para não ser identificada pela polícia.

Os suspeitos que foram abordados pelos militares do Gati, na avenida Mariano Salmeron, identificaram-se como Heleno Batista Araújo e Alexandre Paixão de Oliveira. Dado o alto grau de suspeição, os policiais realizaram consultas e constataram que ambos estavam se apresentando com documentos de vítimas e terceiros e que, na verdade, o nome verdadeiro de cada um era Jadison de Oliveira e Genilson de Santana.

Dando prosseguimento ao procedimento padrão de busca pessoal e veicular, os policiais encontraram dentro do veículo, modelo Fiat Siena de placa IAF-7640, diversos produtos frutos de ação ilícita: relógios, perfumes, discos de lixa, discos de corte, celulares, um grande número de cadeados diversos tamanhos e marcas, uma grande quantidade de rolos de fio em cobre de marcas variadas e trenas de diversas medidas.

 
Material apreendido (Foto: SSP)

Todo o material, juntamente com os suspeitos, foram conduzidos à Delegacia Plantonista Sul (Deplan Sul) onde as medidas legais foram adotadas. Ainda na delegacia foi constatado que contra o acusado Jadison de Oliveira existia um mandado de prisão preventiva em aberto pela mesma prática ilícita, a de roubo, expedida pela Comarca de Nossa Senhora das Dores.

Fonte: SSP/SE

Tecnologia do Blogger.

NOTÍCIAS ALEATÓRIAS

Recentes