Header Ads

Polícia Civil prende em Areia Branca homem acusado de homicídio, tráfico e tortura de crianças



Foto: SSP
Policiais da Delegacia de Areia Branca cumpriram um mandado de prisão preventiva no final da tarde desta quarta-feira, dia 22, no povoado Canjinha, zona rural do município, em desfavor de Antônio de Oliveira Santos, conhecido como “Tonho Piaba”, 55 anos. Ele já foi condenado em duas ações penais pelos crimes de tráfico de drogas e homicídio qualificado a mais de 29 anos de prisão, tendo permanecido no presídio por cerca de 17 anos, vindo a deixar a cadeia em outubro de 2010.

Após investigações, os policiais localizaram o endereço onde Antônio estava escondido e montaram uma operação a fim de capturá-lo. “Havia informações de que o suspeito era extremamente perigoso, fato que se confirmou quando os policiais foram prendê-lo”, disse o delegado Cleones Santos Silva.

Mesmo cercado e sob voz de prisão, Antônio partiu para cima de um policial com um facão, mas foi contido com um tiro na perna. Antônio foi preso e levado até a Clínica de Saúde da Família de Areia Branca e depois encaminhado ao Huse, em Aracaju, onde permanece sob custódia da Polícia Civil.

Histórico de crimes


Mesmo após ter passado quase 20 anos na prisão, Antônio praticou o crime mais repulsivo de sua carreira criminosa no ano de 2013: tortura contra duas crianças. Naquele ano foi aberto, um inquérito policial na Delegacia de Areia Branca a fim de apurar se dois enteados dele, uma menina de 3 anos e um menino de 2 anos de idade, estavam sendo violentados pelo padrasto.

As investigações comprovaram as denúncias e um mandado de prisão preventiva foi requisitado à Justiça. No entanto, o suspeito desapareceu e não foi mais encontrado nos últimos quatro anos. A partir de denúncias, os policiais civis da Delegacia local passaram a realizar diligências no povoado Canjinha e conseguiram encontrar a casa onde ele estava escondido.

“Ressalte-se que alguns moradores da localidade tinham pavor da presença do suspeito na área e evitavam dar qualquer informação à polícia. Após alta médica, o Antônio deve voltar ao sistema prisional”, explicou o delegado.


Fonte: SSP/SE
Tecnologia do Blogger.

NOTÍCIAS ALEATÓRIAS

Recentes